Seca deixa crianças desnutridas em El Salvador

Cerca de 30 mil crianças salvadorenhas sofrem de desnutrição leve que poderá agravar-se em razão da falta de alimentos ocasionada por uma prolongada seca, informou o Programa Mundial de Alimentos (PMA). Guy Gavreau, representante do PMA em San Salvador, disse à Associated Press que as crianças do campo representam 15% do total dos salvadorenhos afetados pela seca. "As crianças de 5 anos são as mais vulneráveis a esse tipo de crise", alertou Gavreau, acrescentando que "há o perigo de o estado nutricional das crianças se deteriorar ainda mais caso estas 30 mil não recebam uma alimentação adequada".Ao mesmo tempo, explicou, os pais dos menores também sofrem de desnutrição e "não têm forças para produzir alimentos". Segundo fontes oficiais, a seca em El Salvador afetou especialmente pelo menos 100 mil camponeses da zona leste do país, onde estão concentradas as zonas de produção agrícola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.