Secretária israelense engana colegas e viaja para Brasil

A secretária de um escritórioisraelense de advogados especializados em crimes penais pediu ajudaa seus empregadores para pagar uma operação de coração para seucompanheiro e, com o dinheiro obtido, os dois vieram aproveitar ocarnaval brasileiro, segundo a edição de hoje do jornal Maariv. A mulher conseguiu comover os advogados. Ela os convenceu de quea cirurgia tinha que ser feita no exterior devido à complexidade docaso. Em uma festa organizada para arrecadar fundos, os funcionáriosdo escritório conseguiram cerca de 250 mil shekels (US$ 60 mil). Ao retornar da viagem de dois meses, a secretária despertou asprimeiras suspeitas, pois seu aspecto saudável e seu bronzeado nãocoincidiam com a imagem de uma mulher que acompanhava um doente. Os advogados contrataram uma empresa para investigar por onde ocasal andou. Os dois deveriam ter ido a uma clínica americana, masos empregadores descobriram que eles tinham vindo ao Brasil parapassar o carnaval. A secretária foi demitida, mas os funcionários do escritórioquerem também o dinheiro de volta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.