Secretário da ONU defende proposta de Lula sobre Iraque

O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, levantou a possibilidade de realização de uma cúpula de líderes mundiais que buscam uma solução de compromisso "para saírmos desta crise", referindo-se à situação do Iraque. O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, sugeriu a idéia da cúpula, com líderes não necessariamente dos países do Conselho de Segurança, mas que "estejam genuinamente interessados em encontrar uma saída", afirmou.Annan levantou a proposta do Brasil, explicando que a crise iraquiana está concentrando as discussões não apenas nas Nações Unidas, mas nas capitais de todo o mundo. O Brasil não faz parte, atualmente, do Conselho de Segurança.Annan exortou o CS "a chegar a um compromisso e quebrar o impasse" sobre uma resolução patrocinada pelos EUA que estabeleceria o prazo final de 17 de março para Saddam Hussein provar que está se desarmando.Num esforço para superar as divergências, Annan programou para esta quinta-feira reuniões em particular com embaixadores de países-chave no conselho, como o embaixador americano John Negroponte e seu colega francês Jean-Marc de la Sabliere.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.