Secretário de Defesa americano se esquiva de comentários sobre a CIA

Robert Gates diz não poder comentar sobre atividades da CIA; tropas não pisarão em solo líbio, garantiu

Reuters

31 Março 2011 | 12h41

WASHINGTON - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, se recusou nesta quinta-feira, 31, a comentar sobre qualquer atividade da CIA na Líbia, mas assegurou o Congresso americano que não haverá nenhuma "bota sobre o solo" na Líbia.

 

Veja também: 
especialTwitter: 
Acompanhe os relatos de Lourival Sant'anna

especialLinha do Tempo: 40 anos de ditadura na Líbia
blog Arquivo: Kadafi nas páginas do Estado
especialInfográfico:  A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia
especialCharge: O pensamento vivo de Kadafi

 

"Eu não posso falar sobre nenhuma atividade da CIA, mas falo para vocês que o presidente foi bem claro no que se refere às Forças Armadas americanas, não haverá nenhuma bota sobre o solo", disse Gates a congressistas em uma audiência sobre a intervenção na Líbia.

 

Os comentários foram feitos um dia depois do jornal New York Times revelar que o presidente Barack Obama assinou uma ordem secreta autorizando apoio do governo americano às forças rebeldes que procuram derrubar Kadafi.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.