Michael Reynolds/EFE
Michael Reynolds/EFE

Secretário de Estado diz que EUA não aceitam ordem de expulsão da Venezuela

Segundo Pompeo, Maduro não tem autoridade legal para romper laços diplomáticos

Redação, Estadao Conteudo

23 de janeiro de 2019 | 23h33

O secretário de Estados americano, Mike Pompeo, disse na noite desta quarta-feira, 23, que Nicolás Maduro não tem autoridade legal para romper relações diplomáticas com os Estados Unidos, pois Washington não reconhece seu governo. Ele também afirmou que o governo americano não vai retirar seus diplomatas da Venezuela, o que significa ignorar uma ordem emitida mais cedo por Maduro.

O anúncio de Pompeo ocorreu horas depois de os Estados Unidos reconhecerem o líder da oposição Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. Foi essa decisão que levou Maduro a ordenar que os diplomatas americanos deixem o país em até 72 horas.

Guaidó, por sua vez, pediu para aos Estados Unidos e aos demais países que mantenham suas representações diplomáticas em Caracas.

Pompeo disse ainda que os Estados Unidos não mais reconhecem Maduro como chefe do Executivo venezuelano, o que torna a ordem de retirada dos diplomatas inócua. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.