REUTERS/Kevin Lamarque
REUTERS/Kevin Lamarque

Secretário de Justiça americano falará sobre Rússia no Senado  

Jeff Sessions se absteve de assumir uma investigação federal sobre os contatos entre a Rússia e a campanha do presidente republicano, Donald Trump

O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2017 | 19h53

WASHINGTON - O secretário de Justiça americano, Jeff Sessions, concordou em comparecer a uma audiência da Comissão de Inteligência do Senado que investiga as alegações de que a Rússia interferiu nas eleições presidenciais. Em uma carta enviada neste sábado, 10, para o senador Richard Shelby, Sessions afirma que sua decisão de falar aos senadores vem à luz do testemunho do ex-diretor do FBI James Comey à mesma comissão, na quinta-feira. 

Sessions já tinha agendado um comparecimento a um outro painel do Senado, presidido por Shelby, para discutir o orçamento do Departamento de Justiça. Segundo o secretário de Justiça, está claro para ele que a investigação sobre a Rússia se tornaria o foco desse questionamento. 

O secretário se absteve de assumir uma investigação federal sobre os contatos entre a Rússia e a campanha do presidente republicano, Donald Trump, após ter sido tornado público que ele se encontrou duas vezes, no ano passado, com o embaixador russo em Washington. Durante a audiência no Senado para sua confirmação no cargo, ele afirmou que nunca se reuniu com os russos durante a campanha eleitoral. / AP 

Tudo o que sabemos sobre:
Jeff SessionsEstados UnidosRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.