Secretário de Segurança escapa de atentado no México

A onda de violência comandada pelo crime organizado no México, que este ano já matou mais de 500 pessoas, não respeitou nem mesmo o secretário de Segurança Pública da Baixa Califórnia, Manuel Díaz, que saiu ileso de um ataque de pistoleiros. Três seguranças ficaram levemente feridos.O comandante da força policial foi atacado por cerca de 15 pistoleiros quando chegava a seu escritório no centro de Mexicali, capital do Estado, em veículo blindado. A cidade fica na fronteira com os EUA, junto à americana Calexico.Investigadores da Promotoria disseram à imprensa que Díaz escapou graças à blindagem do carro.O procurador de Justiça da Baixa Califórnia, Antonio Martínez, atribuiu o ataque ao crime organizado, sem acusar um grupo em particular.Segundo testemunhas, os pistoleiros fugiram em vários carros, depois de atacar o secretário com fuzis e metralhadoras. A Promotoria investiga o envolvimento de narcotraficantes da Baixa Califórnia, região castigada nas últimas semanas por uma onda de assassinatos, atentados e seqüestros. A onda de crimes afeta principalmente Mexicali e Tijuana, também na fronteira com os EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.