Secretário de Transporte dos EUA apresenta renúncia

O secretário de Transporte dos Estados Unidos, Norman Mineta, apresentou sua renúncia nesta sexta-feira. O porta-voz da Casa Branca, Tony Snow, não informou o motivo de Mineta, que estava há cinco anos e meio no cargo, limitando-se dizer que esse "era seu desejo". A renúncia será efetivada a partir de 7 de julho."Ninguém lhe disse para ir embora. De fato, tanto o presidente George W. Bush como o vice-presidente, Dick Cheney, e outros, estavam satisfeitos com seu trabalho", afirmou o porta-voz.A renúncia foi recebida com surpresa em Washington, onde era dada como concluída a reestruturação do governo realizada por George W. Bush nas últimas semanas.Secretário veteranoMineta, de 74 anos, era o único democrata de alta categoria que restava na administração de Bush, e era um dos secretários mais velhos dentro do governo. Ele sofreu problemas de saúde há alguns meses.Como secretário de Transporte após os atentados de 11 de setembro de 2001, Mineta teve que dedicar a maior parte de sua gestão ao combate às deficiências de segurança detectadas no sistema.Ao anunciar a renúncia, o porta-voz da Casa Branca citou o histórico de Mineta, que durante 20 anos foi representante da Califórnia na câmara baixa (Câmara dos Deputados no Brasil) do Congresso. Durante o mandato do presidente Bill Clinton, Mineta ocupou o cargo de secretário de Comércio.À frente dos Transportes, o secretário tomou medidas para liberalizar o mercado da aviação comercial e criou a Administração para a Segurança no Transporte, lembrou o porta-voz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.