Secretário-geral da ONU pede a Assad que busque solução política para crise síria

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, que busque uma solução política para a guerra da Síria, dizendo que isso iria ajudar os esforços internacionais contra militantes do Estado islâmico na Síria e no Iraque, informou o jornal al-Hayat nesta quarta-feira.

REUTERS

10 de setembro de 2014 | 07h51

Em uma entrevista ao jornal diário pan-árabe, Ban disse que anos de guerra entre as forças de Assad e grupos rebeldes armados haviam permitido que militantes como os do Estado Islâmico se enraizassem na região.

Ao lhe perguntarem se Assad teria algum papel a desempenhar na coalizão internacional que está sendo montado para lutar conta o Estado islâmico na Síria e no Iraque, o chefe da ONU disse que Assad poderia contribuir trabalhando politicamente para o fim da guerra em seu país.

"Ele (Assad) pode desempenhar um papel tentando acabar com a crise o mais rápido possível e promovendo o diálogo político", disse Ban, segundo o jornal de propriedade saudita, com sede em Londres.

Mais conteúdo sobre:
ONUSIRIAASSAD*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.