Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Secretário-geral da Otan elogia eleição no Iraque

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Anders Fogh Rasmussen, elogiou hoje a eleição geral no Iraque como um "empreendimento crucial" para se construir um país verdadeiramente democrático.

AE, Agencia Estado

08 de março de 2010 | 08h57

"Eu parabenizo o governo e o povo iraquianos pelas eleições" realizadas ontem, afirmou Rasmussen, em comunicado divulgado na sede da Otan, em Bruxelas. "Apesar das tentativas de extremistas violentos, essas eleições já representam outro empreendimento crucial para o desenvolvimento de um Iraque totalmente democrático."

Milhões de pessoas votaram ontem, apesar dos ataques com foguetes, morteiros e bombas que mataram 38 pessoas. Foi a segunda eleição parlamentar desde a invasão liderada pelos Estados Unidos, em 2003, que derrubou o ditador Saddam Hussein.

O primeiro-ministro Nouri al-Maliki, líder xiita que ajudou a conter o mortífero conflito sectário no país, aparecia como o mais bem colocado na apuração de hoje. "As eleições iraquianas contribuirão de modo significativo para o processo da reconciliação nacional, auxiliando o progresso político rumo à estabilidade do Iraque", afirmou o secretário-geral da Otan.

A aliança militar não tem em princípio o papel de combater no Iraque, mas sim de atuar como uma missão de treinamento para ajudar os iraquianos a criarem Forças Armadas eficazes e, ao fim, conseguirem fazer sua própria segurança. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueeleiçõesOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.