Sedação de Sharon deve durar 72 horas

O premier de Israel, Ariel Sharon, poderá permanecer sedado por até 72 horas, após a cirurgia de emergência a que foi submetido para eliminar uma grande hemorragia cerebral. O médico Shlomo Mor-Yosef disse que Sharon ficará sob profunda sedação e num respirador, para reduzir a pressão no crânio. Ele falou numa entrevista coletiva. Os médicos informa que as pupilas do premier respondem a estímulos. Especialistas dizem que esse é um sinal positivo de atividade cerebral independente.Mor-Yosef também defendeu a decisão de tratar Sharon com anticoagulantes, depois do derrame sofrido pelo premier em 18 de dezembro, dizendo que Sharon recebeu doses adequadas. O médico afirmou que um prognóstico só será possível quando Sharon começar a voltar da sedação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.