Sede da TV do Hezbollah é destruída, mas canal segue transmitindo

A sede do canal de TV Al-Manar, órgão do grupo radical xiita Hisbolá, no sul de Beirute, foi destruída, disseram testemunhas à rede de televisão Al Jazira.No entanto, o canal prossegue suas transmissões com normalidade, mostrando imagens não apenas de Beirute, mas inclusive algumas feitas pelas TVs israelenses.O diretor da Al Jazira em Beirute, Ghassan bin Yedou, viu o edifício da TV em chamas após ser atingido por um ou vários mísseis israelenses. Segundo ele, o prédio ficou "completamente destruído".Aparentemente, o canal Al-Manar tem estúdios subterrâneos para continuar com suas transmissões.O Al-Manar é o principal veículo de comunicação do Hezbollah, no qual são lidos comunicados e feitas constantes campanhas contra que o grupo radical chama de "o inimigo sionista" (Israel).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.