Ségolène muda lema da campanha para Presidência francesa

A candidata socialista à Presidência francesa, Ségolène Royal, optou por mudar seu lema de campanha nas últimas quatro semanas antes do primeiro turno das eleições, com o objetivo de unir os termos "França" e "presidente"."A França presidente" é o novo slogan de Royal, que, anteriormente, já tinha utilizado outros dois diferentes.O lema aparecerá nos novos cartazes, que serão em preto e branco, segundo seus colaboradores, joga com a idéia de que Royal pode ser chefe de Estado, ao mesmo tempo em que atribui à França o papel de dona de seu próprio destino.A alusão à França no slogan combina com a posição que Royal expressou ontem durante um comício, quando pediu aos cidadãos que, em cada lar do país, haja uma bandeira francesa e que todos conheçam "A Marselhesa", o hino nacional.Os comentaristas políticos afirmam que os candidatos cederam à pressão "nacionalista", com uma forte defesa dos símbolos do país, de sua identidade e de seus valores tradicionais.A pesquisa mais recente, publicada nesta sexta-feira, 23, pelo jornal Le Figaro, mostra, ainda, o conservador Nicolas Sarkozy na primeira posição, com 28% das intenções de voto, na frente de Royal (26,5%), do moderado François Bayrou (21,5%) e do político de extrema direita Jean-Marie Le Pen (11%).Em um eventual segundo turno, Sarkozy ganharia de Royal por 52% contra 48% dos votos, segundo a pesquisa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.