Segue busca por ex-policial acusado de mortes nos EUA

A busca por um ex-policial fugitivo acusado da morte de três pessoas aprofundou a tensão dentro do Departamento de Polícia de Los Angeles e espalha medo nas cidades ao sul da Califórnia. Os policiais estão trabalhando desde a semana passada na proteção de dezenas de famílias nas áreas consideradas alvos, após Christopher Dorner ter publicado em uma rede social ameaças contra os que ele responsabiliza pelo fim de sua carreira na polícia de Los Angeles cinco anos atrás.

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2013 | 20h56

O Departamento permanece em alerta nesta segunda-feira, o que significa que os policiais estão sendo mantidos no trabalho além do tempo normal. O pedido de segurança adicional para o evento do Grammy no domingo à noite também pressionou os policiais.

Dorner de 33 anos é suspeito de matar a filha de um policial, seu marido e outro policial e neste domingo as autoridades ofereceram uma recompensa de US$ 1 milhão pela informação que levar à sua captura.

Após dias sem solução, a fuga de Dorner começa a preocupar os moradores de Irvine, uma comunidade que o FBI classifica como a maior segura nos EUA.

Dois policiais, que pediram anonimato devido ao andamento das investigações, contaram que a polícia tenta descobrir de onde Dorner fez uma ligação para o capitão Randal Quan para dizer que ele deveria ter feito um trabalho melhor em proteger sua filha. Os corpos de Monica Quan e de seu marido foram encontrados no domingo (3), em Irvine.

Na quinta-feira (7), a polícia disse que Dorner havia entrado em confronto com a polícia de Corona, atingindo um policial na cabeça antes de escapar. Autoridades acreditam que depois disso ele usou um rifle para emboscar dois policiais, matando um e ferindo seriamente o outro. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.