Seguidores do Hugo Chávez marcham contra paramilitares

Milhares de seguidores do presidente venezuelano, Hugo Chávez, marcharam hoje no centro de Caracas contra a "violência e o paramilitarismo", uma semana depois da detenção de supostos paramilitares colombianos nos arredores da capital. O deputado oficialista William Lara disse ao canal estatal "que os venezuelanos estarão unidos hoje em defesa da pátria" ante a "infiltração" na Venezuela de centenas de supostos irregulares o governo do presidente Hugo Chávez. "Vamos à marcha, todos a Caracas, a marcha contra a violência, contra o paramilitarismo, contra o golpismo, do povo na rua em defesa da soberania nacional" pediu o governante no sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.