Segundo helicóptero russo é abatido na Chechênia

Um helicóptero russo foi abatido hoje por um míssil na Chechênia, matando duas pessoas, informou um porta-voz do Ministério da Defesa. O incidente ocorreu menos de duas semanas depois que um helicóptero de transporte foi derrubado por um míssil no mais mortal ataque terra-ar contra forças russas combatendo rebeldes chechenos. O helicóptero Mi-24 foi abatido por um míssil nas proximidades da via de Meskety, sudeste da Chechênia, explicou o porta-voz. Os dois pilotos do aparelho morreram. Em 19 de agosto, um imenso helicóptero de transporte Mi-26 caiu quando rumava para o quartel-general militar em Khankala, Chechênia, matando 118 pessoas. Na sexta-feira, o ministro da Defesa Sergei Ivanov afirmou que "não havia dúvidas" de que um míssil causou a queda. Tratou-se da maior catástrofe da aviação militar da história da Rússia e a maior perda de vidas em um único incidente entre as tropas combatendo na Chechênia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.