Brendan Smialowski / AFP
Brendan Smialowski / AFP

Segundo impeachment de Trump: O que deve ocorrer agora

Republicano entrará para a história como o primeiro presidente dos EUA a sofrer dois impeachments

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de janeiro de 2021 | 21h35

WASHINGTON - A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira, 13, o impeachment do presidente Donald Trump pela segunda vez, a uma semana do fim de seu mandato. Esta é primeira vez da história do país que um presidente sofre dois impeachments. Veja o que deve ocorrer agora:

 

1.Após a aprovação pela Câmara, como é o processo de impeachment?  

Trump entrará para a história como o primeiro presidente dos EUA a sofrer duas acusações. O artigo do impeachment segue agora para o Senado, onde o presidente pode ser condenado ou absolvido. A Casa não deve votar o processo antes de Donald Trump deixar a Casa Branca, no dia 20. O líder da maioria, Mitch McConnell, disse que não convocará uma sessão extraordinária. O recesso termina dia 19.

2.Quais serão as regras da votação no Senado?

Hoje, o Senado tem maioria republicana, mas que passará a ser democrata. São eles que terão de decidir, por exemplo, se o processo pode continuar depois que Trump sair do cargo. Terão também de avaliar como será a votação. Com o presidente no cargo, são duas: uma para afastar e outra para torná-lo inelegível. Se ele não estiver no cargo, ainda não há uma resposta sobre como proceder.

3.Há votos para condenar Trump?

O impeachment de Trump ou de qualquer outro presidente precisa do apoio de dois terços do Senado, mais do que a maioria democrata teria a seu favor. Seria preciso que 17 senadores republicanos se voltassem contra Trump./W. POST

Tudo o que sabemos sobre:
Donald Trumpimpeachment

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.