Segurança do Iraque acusa Síria de apoiar rebeldes

Um alto funcionário da segurança iraquiana acusou hoje a Síria de apoiar os grupos insurgentes que operam no Iraque. "A ofensiva contra Faluja revelou o papel da Síria na campanha do terror no Iraque", afirmou Muwafaq Al Rubie, assessor de segurança do governo provisório, em declarações à televisão Al Arabiya. Segundo Al Rubie, em Faluja, que teve o controle recuperado em novembro pelas tropas dos EUA e as forças de segurança iraquianas, "foram descobertos documentos que mostram o papel direto e indireto da Síria no terror". O especialista em segurança assegurou que entre a documentação achada estão provas de transferências de dinheiro desde a Síria aos grupos rebeldes que operavam em Faluja. A acusação de Al Rubie acontece dois dias depois de, em declarações à televisão americana CNN, o presidente provisório do Iraque, Ghazi Al-Yawar, responsabilizar a Síria de permitir a passagem de rebeldes pela fronteira entre os dois países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.