Segurança é encontrado morto na sede da ONU

Um funcionário da segurança da ONU foi encontrado morto com um tiro na cabeça nesta segunda-feira na sede da organização, em Nova York. O corpo de Michael Holton, que tinha 41 anos, foi encontrado por dois colegas em uma área onde os seguranças da sede da ONU costumam descansar. A arma de Holton estava na cadeira ao lado de sua perna. O incidente está sendo investigado pela polícia de Nova York e pelo FBI. Uma fonte da polícia afirmou que as autoridades acreditam na hipótese de suicídio. Nem a polícia nem o FBI fizeram declarações oficiais sobre o assunto. O chefe de segurança do prédio da ONU, Michael McCann, disse Holton não apresentava traços de distúrbios psicológicos. Ele informou também que não houve testemunhas do incidente. McCann descreveu Holton como um veterano da segurança da ONU, com 16 anos de experiência. O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, expressou tristeza pelo fato através de um porta-voz. Cerca de 180 seguranças são responsáveis pelo prédio da Organização das Nações Unidas em Nova York. Michael Holton deixa mulher e duas crianças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.