Segurança é revista após invasão da Casa Branca

O serviço secreto dos EUA está revendo sua resposta a uma violação de segurança na Casa Branca após um homem ter pulado uma cerca e conseguido atravessar a entrada da residência presidencial, segundo um porta-voz, Brian Leary.

Estadão Conteúdo

20 de setembro de 2014 | 13h05

O invasor, identificado como Omar J. Gonzalez, de 42 anos, foi detido ontem à noite após entrar nas dependências da Casa Branca pela ala norte e atravessar as portas do Pórtico Norte. Gonzalez foi levado ao hospital da Universidade George Washington para avaliação médica e o incidente está sendo investigado, afirmou Leary. Gonzalez não portava armas.

"O serviço secreto vai rever a reação (do sistema de segurança) para garantir que o devido protocolo foi cumprido", disse Leary.

O presidente Barack Obama e sua família não se encontravam na Casa Branca no momento do incidente. Obama e suas filhas haviam partido mais cedo para passarem o fim de semana em Camp David. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
EUACasa Brancasegurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.