Segurança em julgamento de Manning aumenta

A segurança na audiência para ouvir a sentença do soldado Bradley Manning foi aprimorada após um vídeo do tribunal ter aparecido na internet. A polícia militar fez buscas cuidadosas nas bolsas de jornalistas que entraram no prédio onde o exército fornece um circuito de vídeo fechado da sala onde o julgamento ocorre.

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2013 | 14h55

Um vídeo de 16 segundos postado no site Vimeo mostra o juiz no banco e Manning na mesa da defesa. O som de fundo inclui apoiadores de Manning gritando, "liberdade para Bradley Manning."

O soldado de 25 anos deve enfrentar mais de 90 anos na prisão por ter revelado informações secretas para o WikiLeaks. Ele disse que sua atitude teve por objetivo revelar o que estava errado. Promotores disseram que o vazamento das informações prejudicou as relações externas dos EUA.

A defesa de Manning abriu a audiência nesta segunda-feira e manteve o foco em sua saúde mental.

O comandante da brigada de Manning no Iraque, coronel David Miller, testemunhou que ele não sabia até Manning ser preso que o soldado tinha vários problemas emocionais. Manning deve se pronunciar na quarta-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAManningjulgamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.