Seguranças do presidente palestino são mortos em Gaza

Dois seguranças leais ao presidente palestino, Mahmoud Abbas, foram mortos em Gaza nesta quarta-feira em um confronto com atiradores do Hamas, informaram autoridades de um hospital. A força de Segurança Preventiva de Abbas informou que os dois foram assassinados quando uma unidade da polícia do Hamas, partido do governo, fez uma emboscada aos veículos deles na cidade de Khan Younis, ao sul da região. O Hamas acusou a força de Segurança Preventiva de atirar primeiro contra sua unidade policial na área. Um terceiro policial da Segurança Preventiva está em estado crítico, segundo autoridades do hospital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.