Seis dos últimos 34 judeus do Iraque chegam a Israel

Seis dos estimados 34 últimos judeus iraquianos foram levados a Israel nesta sexta-feira, informa a Agência Judaica. Entre os resgatados, há uma mulher de 99 anos. O Iraque teve no passado uma próspera comunidade judaica, de 130.000 pessoas, mas cerca de 120.000 partiram para Israel no início dos anos 50. A migração continuou nos anos subseqüentes. Antes da missão desta sexta-feira, apenas 34 judeus haviam sido encontrados no país pelo enviado da Agência Judaica que visitou o país após a queda de Saddam Hussein. Os seis que viajaram hoje são idosos, e sua retirada foi considerada uma ação humanitária. Os 28 remanescentes disseram que preferem ficar no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.