Seis médicos estão entre os 25 mortos de ataque no Iêmen

Seis médicos, dentre eles um venezuelano e dois filipinos, estão entre os 25 mortos de um atentado suicida seguido por um ataque armado contra o Ministério da Defesa do Iêmen na capital do país, Sanaa. Uma fonte de segurança informou à agência France Presse o aumento do número de vítimas fatais para pelo menos 25.

Agência Estado

05 de dezembro de 2013 | 09h25

Fontes médicas e de segurança disseram também que entre os mortos há três médicos iemenitas e cinco pacientes, dentre eles um juiz. Todos estavam num hospital localizado no interior do complexo ministerial, que foi o local mais atingido pelo atentado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmemviolênciamortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.