Seis palestinos morrem durante confrontos em Gaza

Subiu para seis o número de palestinos mortos desde começo do dia em uma operação de tropas israelenses na Faixa de Gaza, disseram fontes médicas e da segurança palestina.Tropas israelenses apoiadas por helicópteros artilhados invadiram na madrugada desta quinta-feira a localidade de Abasan, no sul da Faixa de Gaza, com o objetivo de destruir túneis e outras infra-estruturas utilizadas pelas milícias palestinas para atacar o Estado judeu.As fontes médicas palestinas identificaram cinco dos falecidos, membros de uma mesma família, três dos quais eram supostos militantes do grupo islâmico Hamas.Os milicianos eram Abed Rahman Kadiah, de 25 anos; Salah Kadiah, de 25, e Nail Kadiah, de 22. Os outros dois civis mortos eram transeuntes identificados como Adal Kadiah, de 40 anos, e sua filha Suhaib Kadiah, de 13. O sexto palestino morto também era um miliciano, mas sua filiação política ainda é desconhecida.O Exército israelense confirmou sua presença na região, enquanto fontes palestinas disseram que pelo menos 11 palestinos ficaram feridos nos confrontos armados durante os quais os soldados foram atacados com foguetes antitanque e outras armas. Os efetivos israelenses não sofreram baixas, disse um porta-voz militar.Por sua parte, os milicianos palestinos dispararam na manhã desta quinta-feira três foguetes de fabricação caseira Qassam contra a cidade israelense de Sderot, mas eles caíram em plantações de dois kibutz, Nir Am e Guivim, onde deixaram prejuízos ainda não quantificados.Na Cisjordânia, separada de Gaza pelo deserto do Neguev, o Exército deteve na madrugada 12 palestinos procurados, segundo fontes militares. Nas cidades de Tulkarem e Nablus, na Cisjordânia, os soldados encontraram resistência armada, mas não há informações sobre vítimas em nenhum dos lados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.