Seis palestinos morrem durante incursões israelenses

Seis palestinos morreram na madrugada desta sexta-feira durante incursões do Exército de Israel em territórios palestinos. De acordo com médicos, os palestinos que morreram eram policiais e foram baleados durante um confronto em Salfit. Na mesma cidade, duas casas também foram destruídas, disseram testemunhas.Os israelenses invadiram os vilarejos de Dura, perto de Hebron, e Salfit e Assira Ashmalia, que ficam próximos de Nablus, e prenderam cerca de 30 pessoas. Em um comunicado, o Exército israelense disse que soldados trocaram fogo com árabes armados em Salfit, matando cinco deles e ferindo outros quatro. Em Assira Ashmalia, 13 palestinos foram presos e dois militantes dos Hamas foram detidos em Dura e Hebron.Em Gaza, árabes disseram que tanques israelenses e retroescavadeiras entraram em um campo de refugiados e destruíram 10 casas e uma fábrica. Três pessoas ficaram feridas, uma delas gravemente. Israel alega que suas forças destruíram um número de construções para reduzir os tiroteios contra assentamentos judeus.O enviado americano para a região, Anthony Zinni, se encontrou com o primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, procurando saber como a decisão do Gabinete de Segurança de romper com o líder palestino Yasser Arafat vai afetar as negociações para um cessar-fogo.A Rádio Israel informou que Zinni planejava anunciar até o fim de hoje o esboço de um plano para interromper a violência. O porta-voz da Embaixada americana, Paul Patin, não confirmou a informação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.