Seis pessoas ficam feridas em tiroteio nos EUA

A polícia do Condado de Cobb, no estado norte-americano da Geórgia, informou que ao menos seis pessoas ficaram feridas depois que um atirador abriu fogo em um centro de distribuição da FedEx na cidade de Kennesaw.

AE, Agência Estado

29 de abril de 2014 | 11h53

A porta-voz da polícia local, Marietta David Baldwin, afirmou que os seis pacientes foram levados para o Wellstar Kennestone Hospital, um deles com ferimentos graves.

Autoridades disseram que o atirador foi encontrado morto minutos depois em um galpão da companhia, aparentemente vítima de suicídio. As identidades do atirador e das vítimas ainda não foram divulgadas.

Uma das testemunhas, a balconista da FedEx Liza Aiken, afirmou que o homem estava portando um rifle, uma faca e um pente de balas de metralhadora sobre o peito e agia "como se fosse o Rambo".

David Tito, um motorista de caminhão da FedEx, disse que estava chegando ao trabalho quando viu alguém subir e atirar no abdômen de um segurança na portaria da empresa. Ele afirmou que poderia ouvir mais disparos depois que o atirador entrou no galpão. "Foi um caos", disse Tito. "Todo mundo estava correndo, se escondendo e tentando sair de lá", disse.

A FedEx informou que o local em que ocorreu o tiroteio é um centro de distribuição de correspondências. Em comunicado, a empresa disse que está "consciente da situação" e coopera com as autoridades. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.