Seis pessoas são condenados por acidente de trem na China

O acidente ocorreu no mês de abril e deixou mais de 400 pessoas feridas

Efe

04 de dezembro de 2009 | 04h37

Seis pessoas foram condenadas a prisão pelo acidente de trem ocorrido no último mês de abril na província de Shandong, em que 72 passageiros morreram e outros 416 ficaram feridos.

 

Os condenados em primeira instância são Guo Jiguang, ex subdiretor do Bureau de Transportes Ferroviários de Jiang, e cinco trabalhadores ferroviários de Qingdao (capital de Shandong).

 

Todos estão presos deste o último mês de maio, e sofreram condenações que variam de seis meses a quatro anos de detenção por infligir as normas de exploração ferroviária e ter causado graves consequências.

 

No código penal chinês as punições por negligência com consequência de morte, graves lesões e perda de propriedade pública ou privada podem variar de três a sete anos de prisão.

 

Os investigadores disseram que o trem viajava a uma velocidade muito maior do que o limite de velocidade permitido no trecho, devido a uma falta de aviso ao condutor. O trem que descarrilou no dia 28 de abril, foi um T195 de alta velocidade, que une Pequim a cidade litorânea de Qingdao. O acidente foi o pior do sistema ferroviária da China na última década.

Tudo o que sabemos sobre:
China, acidente de trem, Pequim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.