Seis policiais e um civil ficam feridos em confronto em Paris

A polícia utilizou gás lacrimogêneo, balas de borracha e atirou para o alto para dispersar uma multidão que cercou uma viatura e ameaçava matar os policiais em um suburbio de Paris. O confronto ocorreu no domingo à noite, segundo informou a polícia nesta segunda-feira.Seis policiais e um civil tiveram ferimentos leves no confronto, que parece ser um rescaldo dos levantes e da violência que varreu os subúrbios mais pobres de Paris no ano passado. A polícia tentou parar um motorista em Les Mureaux, a 35 quilômetros do centro de Paris, por não usar o cinto de segurança, afirmou Patrich Trotignon, policial. O motorista se recusou a parar, e depois bateu em outra viatura que tentava bloquear seu caminho. Uma multidão começou a se formar, chegando a aproximadamente 250 pessoas, disse Trotignon. Alguns carregavam escudos caseiros e pedras, e ameaçavam os policiais dizendo: "Vocês não saíram do carro vivos", acrescentou. Um policial deu um tiro para cima, e outros atiraram balas de borracha e gás lacrimogêneo para limpar o caminho até uma escola próxima, onde aguardaram por reforços, disse Trotignon. A multidão botou fogo nas duas viaturas antes de dispersar com a chegada de mais policiais; Seis policiais e um morador sofreram ferimentos leves, afirmou Trotignon. As autoridades francesas têm se mantido atentas aos conjuntos residenciais em subúrbios por todo o país, onde levantes de jovens, muitos desempregados e de famílias imigrantes, eclodiram ano passado, e continuaram durante três semanas. No mês passado, aproximadamente 30 jovens, armados com pedaços de pau, atacaram dois policiais que patrulhavam uma região de conjuntos habitacionais. Um dos policiais sofreu dupla fratura craniana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.