Seis policiais morrem em confronto com as Farc no sul da Colômbia

Guerrilheiros atacaram contingente da polícia perto da fronteira com o Equador

Agência Estado

10 de setembro de 2010 | 12h29

BOGOTÁ - Pelo menos seis policiais foram assassinados nesta sexta-feira, 10, no sul da Colômbia, aparentemente por guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informou o inspetor-geral da polícia nacional, general Orlando Páez.

 

"Temos homens mortos, aparentemente são seis, também há quatro feridos", disse Páez. O general acrescentou que os rebeldes das Farc atacaram um contingente de 80 homens da polícia, no município de San Miguel, departamento (Estado) de Putumayo, 570 quilômetros a sudoeste de Bogotá.

 

O ataque ocorreu nesta madrugada quando os policiais tentavam evitar uma incursão de supostos guerrilheiros das Farc no município de San Miguel, no departamento do Putumayo (sudoeste), na fronteira com o Equador. O militar disse também que o ataque começou às 4 horas (horário local) e que "os combates seguem".

 

Pelas primeiras informações das autoridades policiais e militares, as vítimas fatais são sete agentes do esquadrão móvel de carabineiros e um da estação policial do município de San Miguel. Três policiais estão desaparecidos.

 

Desde que o presidente Juan Manuel Santos assumiu a presidência colombiana, em 7 de agosto, pelo menos 20 policiais morreram em ações contra a guerrilha.

 

Com informações daas agências Associated Press e Efe

Tudo o que sabemos sobre:
FarcColômbiaguerrilha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.