Seis policiais mortos em emboscada no oeste do México

A polícia do Estado mexicano de Michoacán encontrou os corpos de seis policiais mortos a tiros em uma emboscada enquanto patrulhavam uma zona rural, informaram as autoridades locais na terça-feira. As mortes foram confirmadas pela procuradoria do Estado, que informou que os policiais realizavam uma patrulha de rotina no momento em que foram atacados por desconhecidos. Os corpos de um investigador, um comandante de grupo e quatro policiais foram encontrados após as autoridades locais receberem a informação de que uma série de tiros foram disparados na segunda-feira, 13, na área entre a cidade e as montanhas de Aguililla. A região é usada por narcotraficantes e suspeitos de delitos. Diversos policiais foram mortos em enfrentamentos entre gangues ocorridos nos últimos meses. A polícia realiza uma busca no local para localizar pistas que possam levar aos assassinos. A imprensa local informou que os policiais receberam várias tiros e uma nota foi encontrada próxima aos corpos, na qual um grupo desconhecido chamado "A Família" cumprimenta "Luis Valencia". Textos similares foram encontrados perto das 17 cabeças cortadas encontradas em Michoacán este ano. "A Família" seria um grupo relacionado com o cartel do Golfo e Luis Valência seria um narcotraficante que atua na região. Até agora foram registrados mais de 420 homicídios em Michoacán, entre os quais há 19 chefes e comandantes de polícia. De acordo com o procurador do Estado, Juan Antonio Magana, mais da metade das mortes está vinculada ao narcotráfico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.