Seis rebeldes são mortos na Caxemira

Soldados das Forças de Segurança indianas mataram seis rebeldes separatistas durante um tiroteio em uma mesquita na cidade de Shangus, na região da Caxemira. Quatro militantes foram mortos dentro da mesquita, os outros dois foram baleados quando tentavam fugir do local.No domingo, os rebeldes mataram um policial e se esconderam na mesquita. A polícia cercou o local, em uma tentativa de forçar os rebeldes a se entregarem. A tática não funcionou e os militantes passaram a trocar tiros com a polícia, que acabou causando a morte dos rebeldes.Os militantes pertenciam ao grupo separatista Lashkar-e-Tayyaba, cujas bases estão no vizinho e rival Paquistão. Há vários grupos guerrilheiros que exigem a separação da Caxemira da Índia. Algumas dessas milícias querem a integração da Caxemira ao território paquistanês.A Índia acusa o Paquistão de fornecer armas e treinar os rebeldes, além de facilitar a entrada dos militantes em território paquistanês. Essa ajuda violaria a linha de cessar-fogo que separa os territórios controlados por indianos e paquistaneses na Caxemira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.