Seis são mortos a tiros em comunidade dos EUA

Seis pessoas foram mortas a tiros, das quais pelo menos três são crianças, e outra está gravemente ferida no que parece ter sido uma matança seguida de suicídio numa casa na comunidade de Santa Clara, em Rivermark, cerca de 11 quilômetros a noroeste de San José, no Vale do Silício norte-americano, informou hoje a polícia dos Estados Unidos. As autoridades descobriram cinco corpos com ferimentos à bala - um menino e uma menina com menos de dez anos, dois homens adultos e uma jovem. Um bebê morreu mais tarde no hospital. Outra mulher está em estado grave, disse o tenente Phil Cooke.

AE-AP, Agencia Estado

30 de março de 2009 | 20h15

"Parece que foi uma matança na própria família seguida de suicídio e que todas as pessoas tinham parentesco", afirmou Cooke. Ele disse que a polícia ainda tenta "encontrar alguma indicação do motivo pelo qual isso aconteceu". Segundo o tenente, um dos adultos, um homem, morreu em razão de um tiro aparentemente disparado por ele mesmo. A polícia chegou depois de um vizinho ter feito um chamado, ontem, avisando que uma mulher estava ferida do lado de fora da casa. O tenente disse que os investigadores estão trabalhando para notificar os parentes e confirmar as identidades antes de divulgar nomes.

Na Flórida, as autoridades investigam as mortes de três pessoas numa casa em Largo, nas proximidades de Baía de Tampa, também como uma possível matança seguida de suicídio. Uma mulher foi ferida à bala na casa. Os corpos foram descobertos depois do relato de que havia um suicida na residência. Policiais forçaram a porta dos fundos e encontraram os corpos. A vítima sobrevivente foi levada ao hospital com pelo menos um ferimento à bala, disse o xerife do condado de Pinellas, Jim Bordner.

Em um terceiro caso, em Illinois, a polícia encontrou os corpos que acredita serem de dois garotos e de seu pai. Os jovens estavam desaparecidos desde que não retornaram para a casa da mãe, após uma visita ao pai há três semanas. Os meninos foram encontrados dentro de um carro numa área afastada. O corpo do homem estava a cerca de 20 metros de distância.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeassassinatomortosEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.