Seis soldados da Isaf morrem nas últimas 24 horas no Afeganistão

Segundo força internacional, eles foram vítimas de uma série de ataques no país

Efe

29 de agosto de 2010 | 03h22

CABUL - Seis soldados da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) morreram nas últimas 24 horas em três combates e uma explosão de bomba registrados no leste e no sul do Afeganistão, informou neste domingo, 29, a organização militar sob comando da Otan.

Em comunicado, a Isaf disse que dois soldados morreram neste domingo pela explosão de uma bomba no sul afegão, mas não detalhou as circunstâncias e o lugar exato.

Também no terço meridional do país, outro soldado da Otan morreu em um ataque insurgente, embora a Isaf não tenha revelado sua nacionalidade.

"A política da Isaf é pôr nas mãos das autoridades nacionais pertinentes os procedimentos de identificação", afirmou a organização, sem dar mais detalhes a respeito.

A Otan confirmou a morte de outro militar em um combate com os insurgentes registrado no leste do Afeganistão.

Em outro comunicado divulgado neste domingo, a Isaf informou sobre a morte ontem em um ataque insurgente de outros dois soldados no leste do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.