Christian Hartmann/Reuters (20/2/2020)
Christian Hartmann/Reuters (20/2/2020)

Seja bem-vindo de volta ao Acordo de Paris, diz Macron a Biden

Presidente da França desejou seus 'melhores votos' a Biden e Kamala Harris e chamou posse de 'dia histórico para o povo americano'

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2021 | 16h36

O presidente da França, Emmanuel Macron, enviou os seus "melhores votos " a Joe Biden nesta quarta-feira, 20, e saudou a decisão do novo presidente americano de retornar o país ao Acordo de Paris.

"A Joe Biden e Kamala Harris, meus melhores votos neste dia histórico para o povo americano", escreveu o chefe de Estado. "Somente juntos poderemos enfrentar os desafios de nosso tempo. E juntos poderemos enfrentar o desafio climático, agindo pelo bem de nosso planeta."

Biden deve assinar 17 decretos presidenciais para realizar uma revisão das medidas emblemáticas correspondentes à era Trump, principalmente comprometendo o retorno dos Estados Unidos ao acordo climático de Paris (COP21) e à Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em novembro, os Estados Unidos deixaram o oficialmente o acordo global que busca conter aquecimento. A saída era uma promessa de campanha de Trump, cuja agenda foi marcada pelo desmantelamento das regulações ambientais. Em sua gestão, o agora ex-presidente reverteu ou revogou várias regras na área ambiental, desde a proteção para pássaros migratórios até o Plano de Energia Limpa de seu antecessor, Barack Obama. 

A saída da OMS se deu um pouco antes, em julho, em meio à pandemia do novo coronavírus. Trump fez diversas acusações à OMS, inclusive sugerindo que a organização era muito próxima à China - local onde o vírus surgiu, em dezembro. Já na ocasião, Biden se comprometeu a voltar para a organização em seu primeiro dia como presidente. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.