Sem adversários, Peres é eleito presidente de Israel

Nobel da Paz, ex-premiê recebeu 86 votos do Parlamento no primeiro turno

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 11h59

O veterano estadista israelense Shimon Peres, de 84 anos, será o próximo presidente de Israel, depois que seus dois adversários, Reuven Rivlin (Likud) e Colette Avital (Partido Trabalhista) retiraram nesta quarta-feira, 13, sua candidatura. Na primeira votação, Peres obteve 86 votos, enquanto seus rivais Rivlin e Avital conseguiram 31 e 21, respectivamente. Após essa primeira votação, Rivlin e Avital anunciaram sua renúncia. A nomeação de Peres como chefe do Estado representa a anotação final de uma longa carreira política na qual, entre outros, foi primeiro-ministro e obteve o prêmio Nobel da Paz por sua contribuição ao processo de paz. A presidente do Parlamento (Knesset), Dalia Itzik, informou que, no primeiro turno, todos os 120 legisladores participaram da votação secreta, na qual houve três votos em branco e outro foi cancelado. Itzik é presidente interino, pois o titular, Moshé Katsav, se afastou do cargo em 24 de janeiro, devido às suspeitas de graves crimes sexuais. O mandato legal de Katsav, de 62 anos, que alega inocência, termina este mês. O Parlamento deve ratificar nesta quarta a nomeação de Peres, o nono presidente do Estado de Israel, que assumirá dentro de duas semanas. Matéria alterada às 10h25.

Mais conteúdo sobre:
Shimon Peres Israel presidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.