Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

Sem máscara e distanciamento social, 3 mil lotam casa noturna em teste para reabertura na Inglaterra

Participantes precisavam ter testado negativo para o coronavírus nas 24 horas anteriores à festa no Circus Club, dentro do qual as regras de distanciamento social foram abolidas

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2021 | 20h28

LONDRES - Cerca de 3 mil pessoas sem máscara lotaram nesta sexta-feira, 30, uma casa noturna na cidade de Liverpool, na Inglaterra, com a aprovação das autoridades, que permitiram o evento como um teste para organizar a reabertura de locais de entretenimento.

Os participantes precisaram ter testado negativo para o coronavírus nas 24 horas anteriores à festa no Circus Club, dentro do qual as regras de distanciamento social foram abolidas.

A experiência, batizada pelos organizadores como 'A Primeira Dança', inclui apresentações de Sven Väth, The Blessed Madonna e Jayda G, enquanto amanhã, outras 3 mil pessoas estarão no mesmo local para dançar ao ritmo de Fatboy Slim.

A especialista em saúde pública Iain Buchan, assessora do governo do Reino Unido no combate à pandemia da covid-19, afirmou que o teste será usado para verificar como as variantes atuais do vírus Sars-CoV-2 são transmitidas em grandes multidões.

Sua equipe utilizará medidores de dióxido de carbono para detectar "bolsas de ar estagnado" dentro da boate, que serão equipadas com pequenas câmeras para que os cientistas possam rastrear os movimentos dos participantes.

As autoridades também solicitarão um novo teste PCR cinco dias depois àqueles que participaram do evento piloto para monitorar a propagação do coronavírus. 

Nas redes sociais, vários usuários compartilharam vídeos da experiência, em cenas raras desde o início da pandemia. 

Essa é a quinta experiência de multidão realizada pelo Reino Unido nas últimas duas semanas. Os primeiros grandes eventos foram a semifinal da Copa da Inglaterra de futebol, no Estádio Wembley, onde 4 mil torcedores puderam entrar; uma competição de bilhar em Sheffield, com mil pessoas; a final da Copa da Liga Inglesa de futebol, também em Wembley, com 8 mil espectadores; e uma conferência de negócios em Liverpool, com 1 mil participantes. 

Com mais de 127 mil mortes por covid-19, o Reino Unido é o país mais afetado pela pandemia na Europa. Mas a situação da saúde melhorou notavelmente, com menos de 3 mil infecções por dia e cerca de 20 mortes por dia, levando o governo a lançar uma redução gradual de seu terceiro bloqueio, imposto desde o início de janeiro. 

A reabertura das casas noturnas está prevista para o dia 21 de junho. Outros países embarcaram em testes em grande escala. Na Espanha, um show piloto do grupo Love of Lesbian reuniu 5 mil pessoas no dia 27 de março em Barcelona, ​​onde os participantes dançaram sem distância, mas com máscaras FFPA e depois de serem submetidos a um teste de antígeno antes do show./EFE e AFP 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.