Sem paraguaios, bloco mantém conversa com China

A presidente argentina, Cristina Kirchner, comandou ontem uma teleconferência com o premiê chinês, Wen Jiabao, que visitava Buenos Aires, em conjunto com a presidente Dilma Rousseff e o presidente do Uruguai, José Mujica. O Paraguai, suspenso desde domingo do Mercosul em razão da destituição de Fernando Lugo, não participou. Durante o evento, Cristina citou o Mercosul e a possibilidade de criar uma zona de livre comércio entre o país asiático e o bloco. A teleconferência foi um ato simbólico para mostrar que o primeiro evento conjunto que Brasil, Argentina e Uruguai realizam desde a destituição de Lugo pôs o Paraguai no "limbo diplomático". Assunção, que mantém laços diplomáticos com Taiwan, é um entrave para um acordo com Pequim. / A.P.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.