Sem-terra paraguaios ameaçam invadir fazenda brasileira

Cerca de 700 camponeses sem-terra paraguaios estavam hoje nas proximidades de uma propriedade de 22 mil hectares de um brasileiro, localizada no país vizinho. A intenção declarada do grupo era invadir o local a qualquer momento, se o governo não tomar uma atitude para suspender o desmatamento na área, informou um dirigente dos camponeses. A propriedade do brasileiro Ulises Teixeira se encontra na localidade de Aguerito, no departamento de San Pedro, norte do país. A área fica 400 quilômetros a noroeste de Assunção.O líder regional da Mesa Coordenadora de Organizações Campesinas, Elvio Benítez, disse que os companheiros só invadirão o terreno se a Secretaria do Ambiente suspendesse o desflorestamento. Segundo a entidade esquerdista, o brasileiro tem cortado árvores para ampliar o cultivo mecanizado de soja.Além da intenção ambiental, os camponeses querem explorar as terras. A Secretaria do Ambiente não quis comentar o caso. O presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural e da Terra, Alberto Alderete, anunciou que o governo começou um processo para identificar terras mal utilizadas durante a ditadura de Alfredo Stroessner (1954-1989). Porém, Alderete afirmou que o processo será "lento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.