Sem-terra paraguaios anunciam invasão em massa

Organizações de camponeses sem-terra do Paraguai anunciam que realizarão invasões, nos próximos dias, em propriedades privadas no departamento (Estado) de San Pedro, cerca de 250 quilômetros ao norte da capital, onde muitos brasileiros são proprietários de terras. Elvio Benítez, dirigente da Mesa Coordenadora de Organizações Camponesas (MCNOC), de esquerda, confirmou hoje que o "governo não deu nenhuma resposta à nossa solicitação para que 10.000 famílias fossem assentadas". "Vamos invadir extensas áreas em San Pedro para ocupá-las pacificamente. A invasão é o único caminho que nos resta, porque as pessoas pobres precisam plantar para viver. Além disso, essas propriedades, que pertencem a empresários brasileiros, são ociosas e, certamente, serão desmatadas para o plantio de soja", afirmou Benítez, no idioma guarani. O ministro da Agricultura do Paraguai, Antonio Ibáñez, pediu calma aos sem-terra e afirmou que "o Estado não possuiu propriedades para assentar 10.000 famílias e muito menos tem dinheiro para comprar propriedades privadas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.