Senado adia votação do Orçamento de Bush

Os líderes do Partido Republicano no Senado dos EUA recuaram e decidiram adiar a votação do projeto de Orçamento de US$ 2,4 trilhões para o ano fiscal de 2005. Assessores da bancada do partido do presidente George W. Bush disseram que o adiamento foi decidido para evitar o que os líderes partidários viam como uma derrota certa. O Partido Democrata e os republicanos moderados manifestaram oposição aos cortes de impostos previstos na proposta de Bush. O adiamento é uma derrota para o presidente, que horas antes havia ido ao Congresso para pressionar os senadores republicanos a aprovar o projeto. O Orçamento havia sido aprovado na Câmara, ontem, com 216 votos a favor e 213 contra. O Partido Republicano é majoritário nas duas Casas do Congresso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.