Senado alemão ratifica pacto fiscal e Mecanismo Europeu de Estabilidade

Votaram a favor dos dois instrumentos europeus anticrise 65 dos 69 membros do Bundesrat

Efe,

30 de junho de 2012 | 02h00

BERLIM - O Bundesrat (Senado alemão) ratificou nesta sexta-feira, 29, o pacto fiscal para a União Europeia (UE) e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), horas depois do Bundestag (Câmara) também desse sinal verde às duas medidas. Concretamente, 65 dos 69 membros do Bundesrat votaram a favor dos dois instrumentos europeus anticrise, claramente acima dos dois terços exigidos para sua aprovação.

 

A maioria no Senado foi alcançada depois das negociações realizadas pelo governo na semana passada com os estados federados para que, em troca de concessões financeiras, ratificassem as duas medidas. Horas antes, o Bundestag tinha ratificado também de forma majoritária o pacto fiscal e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), com os votos da maioria dos deputados dos partidos da coalizão do Governo de centro-direita e os dois principais partidos da oposição, os social-democratas e os verdes.

 

Na ocasião, dos 604 parlamentares presentes na sala, 491 votaram a favor do pacto fiscal, 111 contra e 6 deputados se abstiveram; enquanto 493 votaram a favor do MEE, 106 contra e 5 se abstiveram. A chanceler alemã, Angela Merkel, decidiu realizar esta sessão extraordinária de ratificação das duas medidas logo depois da cúpula europeia, para mandar um "sinal" dentro e fora de seu país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.