Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Senado aprova nome de Hillary

Apoiada até por John McCain, ex-primeira-dama é confirmada como substituta de Condoleezza Rice

AP, EFE E REUTERS, O Estadao de S.Paulo

22 de janeiro de 2009 | 00h00

O Senado americano aprovou ontem a indicação da senadora democrata Hillary Clinton para o cargo de secretária de Estado - o mais alto da diplomacia americana. Hillary substituirá Condoleezza Rice, que ocupou o posto nos últimos anos do governo de George W. Bush. A Comissão de Relações Exteriores do Senado havia aprovado seu nome para o cargo na semana passada por 16 votos a 1. Mas o senador republicano John Cornyn, do Texas, pediu que o tema fosse levado plenário. Sua justificativa era que poderia haver "conflitos de interesses" na nomeação de Hillary, pois a Fundação Clinton, do ex-presidente e marido da senadora, Bill Clinton, recebeu no passado doações de governos estrangeiros.Segundo informações divulgadas ontem pelo jornal The Wall Street Journal, até o senador John McCain, derrotado por Barack Obama nas eleições presidenciais, defendeu a aprovação imediata de Hillary.Entre os desafios que a nova secretária de Estado enfrentará estão o conflito entre israelenses e palestinos, os programas nucleares do Irã e da Coreia do Norte e as guerras no Iraque e no Afeganistão.CAROLINE SAI DA DISPUTACaroline Kennedy disse ontem ao governador de Nova York, David Paterson, que estava retirando sua candidatura à vaga no Senado de Hillary, informou o jornal The New York Post. Ela alegou "razões pessoais" para a desistência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.