Senado aprova redução de idade para votar

O Senado da Argentina aprovou na noite de quarta-feira um projeto de lei que permite o voto de jovens a partir de 16 anos já nas eleições parlamentares do próximo ano, que vão renovar metade da Câmara e um terço do Senado. Deputados governistas, hoje maioria no Congresso, pretendem votar no ano que vem uma emenda constitucional para permitir que Cristina dispute um terceiro mandato em 2015.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.