Senado argentino veta projeto que eleva imposto agrícola

A presidente Cristina Kirchner e seu marido, o ex-presidente Néstor Kirchner, sofreram há pouco uma derrota sem precedentes ao perder a votação no Senado do projeto de lei do governo que determinava o aumento dos impostos sobre as exportações agrícolas argentinas. Após 16 horas de debates, a votação do projeto do governo acabou em empate. O voto de Minerva coube ao vice-presidente Julio Cobos, que também é presidente do Senado. Contrário ao projeto, Cobos chegou a cogitar votar com o governo para evitar o agravamento da tensão política. Mas acabou votando contra.Durante a madrugada, a reta final da sessão do Senado foi acompanhada por panelaços em Buenos Aires e nas principais cidades do interior em protesto contra Cristina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.