Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Senado cobra de Bush mais clareza no Iraque

O presidente americano, George W. Bush, perdeu o controle de sua política no Iraque por causa da disputa entre os funcionários de seu governo, disseram hoje os líderes da Comissão de Relações Externas do Senado. Dois influentes senadores, o republicano Richard Lugar e o democrata Joseph Biden, pediram hoje a Bush um plano "mais claro" para a pós-guerra no Iraque, horas depois que um atentado deixou seis mortos em Bagdá."O governo deve explicar qual é seu plano, já que pareceenviar mensagens contraditórias permanentemente. Isso nutre afalta de confiança sobre a questão do Iraque, no Congresso eentre os americanos", disse Lugar, presidente do comitê doSenado, à TV NBC. Biden, por sua vez, disse que "não há uma clara articulação entre o governo sobre quais são os objetivos, a mensagem e osplanos"."Você tem uma significativa divisão no governo entre osPowells e os Rumsfelds", disse Biden, referindo-se a uma disputaentre os partidários do moderado secretário de Estado, ColinPowell, e do linha dura secretário da Defesa, Donald Rumsfeld. Para rebater as acusações, a Casa Branca continuará amanhã com sua "campanha de relações públicas", com várias entrevistas de Bush a redes de TV americanas. A Casa Branca considera que as grandes redes de TV e os jornais mais influentes só oferecem os aspectos negativos da situação no Iraque e não refletem as melhoras do dia-a-dia.

Agencia Estado,

12 de outubro de 2003 | 18h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.