Senado confirma John Brennan como diretor da CIA

O Senado dos EUA confirmou John Brennan como diretor da Agência Central de Inteligência (CIA) após um batalha de alto nível que expôs divisões dentro do Partido Republicano em torno da extensão e limites do uso de aviões militares não tripulados, mais conhecido como "drones", para alvejar os americanos em solo dos EUA.

Agência Estado

07 de março de 2013 | 18h30

Brennan, que estava trabalhando por um longo período como principal conselheiro de contraterrorismo do presidente dos EUA, Barack Obama, foi confirmado por 63 votos favoráveis ante 34 contrários.

A confirmação dele foi adiada quando o senador republicano Rand Paul iniciou uma obstrução de quase 13 horas para obter uma promessa do governo Obama de que não teria a autoridade para usar drones para atacar civis americanos desarmados dentro de seu próprio país. A obstrução surpresa obteve suporte de números republicanos e pareceu isolar defensores da segurança nacional, como os senadores republicanos John McCain e Lindsey Graham.

"Eu poderia me importar menos se a minha visão fosse minoritária, ou majoritária", disse McCain a repórteres. "Eu sei o que é certo." Ele disse que Paul assustou injustamente os americanos ao levá-los a pensar que poderiam ser alvos de um drone, sentados em um café ao ar livre. "Nós prestamos um desserviço aos americanos ao fazer com que acreditassem que de alguma forma eles estão sob ameaça de seu governo - eles não estão", acrescentou McCain no Senado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BrennanconfirmaçãoCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.