Senado da Rússia ratifica novo Start

Tratado prevê redução em 30% das ogivas nucleares de Moscou e Washington

Agência Estado

26 de janeiro de 2011 | 09h44

MOSCOU - O Senado da Rússia ratificou nesta quarta-feira, 26, o novo tratado de desarmamento nuclear fechado entre o país e os EUA. Esse era o passo final para a aprovação do documento, o primeiro pacto nuclear entre os dois lados em 20 anos.

 

Todos os 137 senadores da Câmara Alta do Parlamento russo aprovaram o novo tratado, conhecido como Start. O documento foi firmado pelo presidente russo, Dmitri Medvedev, e por seu colega americano, Barack Obama, em 8 de abril de 2010, em Praga, na República Checa.

 

O novo Tratado Estratégico de Redução de Armas (Start, na sigla em inglês) prevê a redução em 30% nas ogivas nucleares antigas pelos dois países. Além disso, limita a 700 os mísseis de longo alcance e bombardeiros dessas nações. A Câmara dos Deputados russa apoiou a medida em uma terceira e última votação nesta terça-feira. O Senado dos EUA havia ratificado o texto no mês passado.

 

O Start original foi fechado em 1991 e expirou no final de 2009. Nos EUA, Obama pressionou pela aprovação do novo pacto, considerado uma de suas prioridades na política externa. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaEUAStartdesarmamento nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.