Senado do Haiti ratifica nome de novo premiê

Na quarta-feira, mais deum mês depois de distúrbios provocados pela alta do preço dosalimentos terem derrubado o governo do Haiti, o país deu maisum passo rumo à instalação de um novo governo quando o Senadoratificou o nome de Ericq Pierre para o cargo deprimeiro-ministro. Os senadores aprovaram o nome de Pierre, um conselheirojunto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por 17votos a 0, com duas abstenções. A nomeação dele, porém, sótermina quando for aprovada pela Câmara dos Deputados. Pierre deve substituir Jacques Edouard Alexis, demitidopelo Senado no dia 12 de abril após uma semana de distúrbios derua nos quais morreram ao menos seis pessoas. À época, os senadores acusaram Alexis de não adotar asmedidas necessárias para aumentar a produção de alimentos ebaixar o custo de vida no país mais pobre das Américas. A ratificação de Pierre pelo Senado ocorreu apenas doisdias depois de líderes de favela de Les Cayes, a cidade do suldo Haiti onde os distúrbios de rua começaram, terem ameaçadorealizar novas manifestações violentas se o Parlamento nãoinstalasse um novo governo dentro de uma semana. Não há notícia sobre quando os deputados votariam arespeito de Pierre, 63, agrônomo e economista da área agrícolaescolhido pelo presidente haitiano, René Préval, parasubstituir Alexis. Préval, que subiu ao poder em 2006, já tinha ocupado aPresidência entre 1996 e 2001, sendo o único presidente eleitodo Haiti a completar seu mandato e a repassar o poder para umsucessor também eleito democraticamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.