Senado do Paraguai vota impeachment de Lugo amanhã

O Senado paraguaio informou nesta quinta-feira que vai iniciar o julgamento do impeachment do presidente Fernando Lugo na sexta-feira. A câmara alta do Legislativo paraguaio se constituiu em tribunal para o julgamento político e fixou o início do processo para as 18h locais desta quinta-feira (19h em Brasília) e a sentença para as 16h30 de sexta-feira (17h30 em Brasília).

AE, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 18h44

O anúncio foi feito horas depois de a câmara baixa do Congresso ter aprovado o impeachment pela atuação do presidente num confronto com trabalhadores sem-terra, na última sexta-feira.

Os acontecimentos fizeram com que moradores assustados da capital Assunción fechassem seus negócios e buscassem as crianças nas escolas. Lugo apareceu em rede nacional de televisão nesta quinta-feira e prometeu enfrentar o julgamento "com todas as suas consequências", negando rumores de que poderia renunciar. A Câmara dos Deputados aprovou o impeachment por 76 votos a 1.

Moradores da capital temem o confronto no Senado, dominado pela oposição, e a possibilidade de a decisão dar início a protestos de rua como os que aconteceram após o assassinato do vice-presidente Luis Maria Argaña, em março de 1999.

A eleição de Lugo, em 2008, encerrou 61 anos de controle do país pelo Partido Colorado. Lugo tem enfrentado constantes embates no Congresso, onde conta com poucos aliados firmes. Caso seja derrubado, ele será substituído pelo vice Federico Franco.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.